Beber álcool na juventude pode triplicar o risco de câncer de próstata

Dez anos de estudos com 650 homens revelam que aqueles que consumiram pelo menos sete bebidas alcoólicas por semana, durante sua adolescência têm o triplo de chance de serem diagnosticados com câncer de próstata clinicamente grave.


O estudo foi dirigido por Emma Allott, do Departamento de Nutrição da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, Estados Unidos, e editada pela Associação Americana de Pesquisa contra o Câncer, em que diz que “a próstata é um órgão que cresce rapidamente durante a puberdade, o que é potencialmente mais suscetíveis à exposição carcinogênica durante os anos da adolescência“.


A doutora Allott e sua equipe queriam investigar se o consumo excessivo de álcool nos primeiros anos de vida está associada com a agressividade do câncer de próstata mais tarde, e os resultados são conclusivos.



RodríguezSe tornou a primeira causa de morte prematura de pessoas entre 15 e 49 anos, enquanto se conhecem novas consequências da ingestão de álcool em adolescentes


Este estudo confirma os prejuízos de beber em idade precoce , como já o fez outro relatório há poucos dias. O estudo que revelou que o álcool mata quase três milhões de pessoas a cada ano em todo o mundo assegurava que beber desde a juventude, triplica as chances de sofrer de câncer de cólon quando for adulto.


Dez anos estudando pacientes


A pesquisadora e sua equipe analisaram os dados de 650 homens submetidos a uma biópsia de próstata no Centro Médico de Veteranos de Durham, entre janeiro de 2007 e janeiro de 2018. Não tinham antecedentes de câncer de próstata, e as suas idades oscilavam entre os 49 e 89 anos. Os homens completaram questionários que avaliaram o número médio de bebidas alcoólicas consumidas semanalmente por cada década de vida para determinar a ingestão de álcool para a vida acumulada e específica de idade.


Após a análise multivariável, os pesquisadores descobriram que o consumo excessivo de álcool entre os 15 e 19 anos de idade, não estava associado com o câncer de próstata, a nível geral; no entanto, o consumo de pelo menos sete bebidas por semana, durante esta idade associou-se a cerca de 3,2 vezes mais chances de câncer de próstata grave, em comparação com os não bebedores.

Sete bebidas alcoólicas por semana triplica o risco de câncer de próstata grave

Observaram-Se associações similares entre aqueles que consumiram pelo menos sete bebidas alcoólicas por semana para as idades entre os 20 e os 29, 30 e 39 40 e 49, o que resulta em 3,14, 3,09 e 3,64 vezes, respectivamente, as chances de câncer de próstata grave. No entanto, o consumo atual de álcool não se associou significativamente com o desenvolvimento deste tipo de tumor.


Três vezes mais chances de sofrer de câncer do que os não bebedores


Os autores também avaliaram a associação entre o consumo acumulado de álcool durante toda a vida e o diagnóstico de câncer de este tipo. Em comparação com aqueles com menor ingestão de álcool total, o grupo de homens mais bebedores tinha 3,2 vezes mais chances de serem diagnosticados com câncer de próstata de alto grau na biópsia.


“Nossos resultados podem explicar por que a evidência anterior que relaciona a ingestão de álcool e o câncer de próstata tem sido um tanto contraditória. É possível que o efeito do álcool proveniente de uma ingestão vitalícia ou de uma ingestão mais cedo, em vez de padrões de consumo de álcool no momento do diagnóstico do câncer de próstata”, conclui Allott.

Beber álcool na juventude pode triplicar o risco de câncer de próstata
Rate this post